jump to navigation

100 Anos de Imigração Japonesa maio 30, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
1 comment so far
Continuando a interação no mundo japa, sua cultura e tradições… E, cumprindo a promessa de ser uma japonesa menos paraguaia!

No começo do mês aconteceram em São Paulo 2 apresentações da Associação Miyagi de Koto, uma associação japonesa que veio ao Brasil especialmente para a celebração do centenário.

Apenas as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro tiveram e oportunidade de ver a apresentação de peças tradicionais e do compositor Michio Miyagi, músicas tocadas com instrumentos tradicionais japoneses (koto, shamisen e shakuhachi).

Confesso que no início não estava nada empolgada em ir ver “velhinhas tocando pequenos banjos (parece muito um shamisen hehehe) na velocidade da tartaruga” (porque essas musiquinhas tradicionais instrumentais são beeeeeeem calmas…). Mas o Jo é um gaijin que AMA cultura japonesa (sim… e o blog dele é só sobre a cultura japonesa!!! Ele sabe mais que eu!) e ele me convenceu a acompanhá-lo. E, ainda bem que ele sempre me leva pra ver essas coisas!!!

Gente, foi muito emocionante mesmo! Parece que tá no sangue! As músicas tocadas ao vivo, as senhorinhas todas com suas yukatas, sentadinhas em ordem na maior concentração do mundo e daquele jeitinho que só as obas (avós) têm… um jeito tímido, mas imponente de sabedoria (uma coisa doida mesmo) e a sutileza com que elas faziam os movimentos numa sincronia impressionante, enfim, tudo me pareceu inacreditavelmente tocante.

Consegui achar um vídeo com uma apresentação, mas não é a que eu fui. É só pra dar uma idéia de quão bonito é o som desses instrumentos.

Voltando com a peregrinação em busca de mais conhecimento dessa cultura fascinante! Que me conquistou! Fico pensando: Porque eu não me interessei por isso antes? ¬¬

Como diria o Jo (e muitos outros, né Fernandinho?): Besta mesmo!hauhuahauhaa

Eu recomendo! maio 28, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
1 comment so far

Miss Saigon!

Fui ver o espetáculo há alguns dias e achei lindo e emocionante… faz jus ao nome de espetáculo.

Miss Saigon é um musical com enredo baseado na ópera Madame Butterfly.

A história se passa em 75, no Vietnã. Chris, um soldado americano, se apaixona por Kim, uma jovem vietnamita, e os dois vivem um grande amor. Com a derrota militar iminente, a embaixada americana é invadida pelas tropas vietnamitas e todos os soldados são ordenados à deixarem o país por helicóptero. Chris é obrigado a se separar de sua amada e suas vidas tomam rumos diferentes.

A montagem brasileira estreou em julho de 2007 e conta com sessões vespertinas e noturnas. A produção é de altíssima qualidade: efeitos especiais impressionantes, figurino, som, os cenários (que são trocados com uma agilidade impressionante), o elenco… tudo de deixar qualquer um de queixo caído. Sem contar a orquestra que arrepia… Eu achei tudo muito MA-RA-VI-LHO-SO!!! Vale a pena ver!

Achei diversos vídeos no Youtube do espetáculo, mas não tem comparação com a apresentação ao vivo!

Se você ficou com vontade de ver, o espetáculo está em cartaz no Teatro Abril e os ingressos são vendidos pela Ticketmaster.

Pra variar… maio 28, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
2 comments
Eu não sei bem se esse blog tem freqüentadores, mas me desculpem por ficar tanto tempo sem produzir nada, nem uma palavrinha sequer! E não é por falta de assunto não. É falta de tempo mesmo! Ando muito atarefada com o trabalho e quando não estou trabalhando, ou estou dentro do ônibus voltando pra casa ou estou dormindo (porque eu também mereço, né?)

Estou tentando escrever algumas coisinhas, tenho algumas coisas bem legais pra escrever!

Fui ao teatro, restaurantes e viajei. Enfim, esse mês foi muito produtivo! Só não consegui colocar todos os pensamentos aqui. Então, fiquem tranqüilos que assim que der um tempinho extra estarei aqui me dedicando pra essa coisa andar!

Gostaria de aproveitar e relembrar um post do meu space do msn (que me serviu de “blog” enquanto eu fuçava pra achar um lugar mais legal pra expor minhas idéias)

Post de Ano Novo, Vida

Ano novo, vida nova, né? Eu já fiz as promessas de começo de ano de que não já não cumpri… hauhuahuaahua Agora, que já chegamos no meio do mês, já passou a euforia das festas de começo de ano, tudo começa a voltar ao normal… e vemos que não vamos mesmo cumprir aquelas promessas que fizemos ao pular as ondinhas, afinal estava todo mundo muito bêbado pra prometer alguma coisa séria…

Chega a hora, então, de fazer promessas sérias e sóbrias… E, nesse ano eu prometo me dedicar mais ao meu espaço… hummmm acho que já prometi isso… mas dessa vez vai hauhaauhauha

Minhas promessas sérias e sóbrias pra esse ano são:

– Fazer mais por mim;
– Aproveitar a vida;
– Namorar muito (não muitos);
– Ter amizades verdadeiras;
– Ser mais feliz e menos desencanada;
– Morar sozinha;
– Aprender a cozinhar melhor;
– Aprender japonês;
– Ir visitar meu vôzinho lá no interior mais do que 1 vez no ano.

E a maior novidade!!!! Só esse “meio” ano eu já conseguir fazer quase tudo! Mantive meus amigos (os verdadeiros), aproveitei mais a vida (fiz o que dava e o que não dava pra fazer), fui mais feliz e menos desencanada, namorei muito, aprendi a cozinhar mais coisas gostosas (e coisas ruins também… hehehe). Só falta o japonês e morar sozinha (que são coisas que dependem de um fator que eu não consigo prever ou aumentar do dia pra noite, que é o $$$)

O mais importante: Já vi meu vôzinho 2 vezes nesse ano! Isso sim é um milagre, uma das coisas mais difíceis de acontecer hoje em dia: dedicarmos algum tempo pra rever ou dar atenção pra alguém!

Então, é isso. Daqui a pouco eu volto as coisinhas que eu fiz esse mês!


A figura não tem nada a ver, mas achei que faltava uma figurinha pra ficar bonitinho ^-^

All look the same? maio 16, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
2 comments
Anteontem recebi do Jonathan um e-mail comunicando um novo post no blog: “”É tudo japonês…” Será?”.

Gente… não é tudo igual, não! Coreano é coreano, chinês é chinês e japonês é japonês… não confundam… =P *larariiiiiiiiii larararaaaaaaaa*

E confirmei que eu sou uma descendente de japoneses muito da paraguaia de araque, viu!!!! De 18 caras orientais eu acertei 3 … e todos os acertos eram: JAPONESES uahauhauuhauha E meu pensamento era: NOSSA… esse é japonês… japonês… japonês… hummmm será japonês de novo? o.O Vixi, vou pôr coreano pra não repetir o japonês… huahuahauhua

Adoro esse japinha (espero que seja japinha mesmo) na sacola… rsrsrs

E você? Sabe diferenciar um japonês, de um chinês, de um coreano? Ou pra você é tudo japa e tá valendo?

Acho que vou pegar umas dicas com o Jonathan pra diferenciar… Vou tentar entrar pro jogo que ele criou *pra entender, vá lá no blog dele e divirta-se ;)*

E se você quer testar sua habilidade em reconhecer diferentes tipos de orientais ou tá sem nada mesmo pra fazer, clique aqui. *É preciso um cadastro básico, mas nada de colocar e-mail, CPF, RG, Título de eleitor, cor e marca da calcinha que tá usando… enfim. Só login, senha e país*


P.S.: Em tempo: Como eu suspeitava… No teste de comidas orientais (japonesa, chinesa e coreana) eu mandei ver! Acertei 12 das 18!!! Comida é comigo mesmo! Comprovado! huahuahauha

Atrasadinha… mas nunca é tarde pra falar de amor!!! maio 14, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
add a comment
Desculpem essa semana ausente, mas realmente foi uma correria sem fim! *além da gripe que me pegou pelo caminho*

Bom, quero parabenizar *atrasado* todas as mamães pelo Dia das Mães… que deveria ser todos os dias. Afinal, são elas as pessoinhas que aguentaram *e ainda agüentam* nossas chatices. Anos e anos de paciência e dedicação. Esses sereszinhos que nos atormentam a vida, parecem que têm bola de cristal *adivinham tudo* e que nós não entendemos até nos tornarmos mães… Enfim.. aquela pessoinha que a gente ama muito, mais do que podemos imaginar conseguir amar!

Parabéns mamães!!!!

P.S.: Ainda estou atrás de novidades pra postar aqui… Tá um pouco difícil!!!

Porque amamos São Paulo… maio 6, 2008

Posted by *Steph* in Sem Categoria.
2 comments
Sai na edição de maio da Revista Época SP uma lista com 50 razões para amar a capital paulista em 2008.


E, como não podia deixar de ser, o motivo nº 1 é night paulistana (considerada a melhor do mundo).

Eu dei uma lidinha e concordo com a grande maioria dos motivos. E eu, realmente, AMO essa cidade!

Veja a lista completa *é grande, mas vale a pena ler e ver que é por isso mesmo que amamos SP… E assim, por cima, vc só entende uma parte… a matéria traz a descrição de cada item, para ler a matéria completa clique aqui*:

1ª Porque é a melhor noite do planeta (sorry, Ibiza) *Isso eu tenho que concordar*

2ª Porque é a melhor gastronomia do mundo (sentadinha, Paris) *É… isso tb*

3ª Porque adoramos ler *Sim sim!!! E aqui tem as melhores Mega Store do país*

4ª Porque não existem padarias como as nossas *Realmente, elas fazem falta quando viajamos*

5ª Porque temos a maior parada gay

6ª Porque nossos táxis são os melhores do país

7ª Porque corremos e não só no trabalho

8ª Porque somos multiculturais

9ª Porque temos a Aspicuelta

10ª Porque nos apaixonamos (e fazemos amigos) no trânsito

11ª Porque reinventamos o cafezinho

12ª Porque Alice Braga *Hummmm não por nada… mas isso não é um motivo, vá!!!*

13ª Porque podemos ver grandes shows em pequenos bares

14º Porque SPWF

Porque cada um ama a cidade a seu jeito
15ª Experimentei praia e campo, mas nada como uma metrópole. Você vê corrida em Interlagos, caminha em uma trilha, come uma pizza (do sabor que quiser!) e, de quebra, arruma um emprego decente. Isso tudo pode acontecer no mesmo dia. Onde mais? Só amando!

16ª Porque basta abrir a porta que dou de cara com o mundo!

17ª Apesar de todos os ‘pesares’, São Paulo ainda é a cidade brasileira de todos os sotaques. É o único lugar do Brasil onde você pode estar de manhã no Japão, à tarde em Nova York e à noite na Itália (Liberdade, Ibirapuera e Bixiga).

18ª Porque em São Paulo você pode assistir a coisas absurdas como um workshop do BB King e uma palestra do Polanski. E, com um pouco sorte, de graça e no mesmo dia.

19ª Porque temos um “cinturão verde” a poucos minutos de casa (a Mata Atlântica é logo ali)

20ª Porque temos os garçons mais eficientes do país (e também os mais bonitinhos)

21ª Porque, acredite, somos gentis

22ª Porque o Corinthians sempre dá alegria. Quando ganha (para a fiel) e quando perde (para são-paulinos, palmeirenses…)

23ª Porque levamos pizza a sério

24ª “Porque aqui todo mundo é doutor e campeão.

25ª Porque podemos virar samurais

26ª Porque 25 de Março e Oscar Freire

27ª Porque MASP

28ª Porque John Neschiling

29ª Porque comemos com a mão (e lambemos os dedos)

30ª Porque sou mulher de malandro: gosto de apanhar! *Eita… *

31ª Porque nosso zôo é um dos maiores do mundo *E agora tem o berçário e o zôo safari! E aqueles velhos conhecidos nossos…*

32ª Porque Luana Piovani anda sumida

33ª Porque a cidade fica vazia nos feriados

34ª Porque Cauby Peixoto ainda canta onde alguma coisa acontece no meu coração

35ª Rock’n’Roll

36ª Porque não precisamos ir a Nova York para assistir aos musicais

37ª Porque transformamos tragédias em oportunidades

38º Porque uma das coisas mais bacanas de SP são as baianas de Sergipe e do Maranhão vendendo acarajé no Vale do Anhangabaú…

39ª Porque Alex Atala *Eu acho ele um chato… mas ele dá dicas ótimas nas receitas*

40ª Porque o povo está aprendendo a tirar sujeira de cachorro das ruas *O que foi uma das melhores coisas que fizeram, né???*

41ª Porque eu gosto de me estressar! Paulista é o único povo que leva macarrão a sério. Mas como eu abro a boca mais para falar do que para comer, o que mais me interessa em restaurante é a atmosfera. São Paulo tem 830 peças, 400 shows, 780 salas de cinema e você diz: “Oba, hoje não vou sair de casa!”. Fico em casa por opção, e não por falta de opção. Também não vivo sem delivery. Deusmelivery viver sem delivery!

42ª Porque… silêncio

43ª Porque Rogério Ceni

44ª Pode dizer que é porque eu amo o caos? Sou de Curitiba e tinha horror àquela coisa limpa e organizada.

45ª Estamos revitalizando o centro

46ª Porque Venha de onde vier: aqui você tem vez

47ª Porque temos nossa off-Broadway

48ª Porque amo São Paulo? Oras, porque ninguém é perfeito.

49ª Porque você pode pedir desculpas ou agradar 24 horas por dia

50ª Porque é uma super-hiper-metrópole

Mas nem tudo são flores em SP… A matéria também traz 5 motivos pelos quais não gostamos ainda mais de SP.

1ª Porque o trânsito!

2ª Porque temos medo…

3ª Porque motoboys!

4ª Porque cof cof cof

5ª Porque ainda temos miséria

Fonte: Revista Época